1

Seu funcionário está ficando velho? Então, leia este artigo!

Com o passar dos anos e o avanço da tecnologia e da medicina, as pessoas aumentaram suas expectativas de vida. Se até bem pouco tempo atrás, era de 50 a 60 anos, hoje estamos batendo recordes de longevidade, vivendo mais do que 85 anos. Se essa notícia é boa para a população, para o mercado de trabalho é preocupante, de acordo com um amplo artigo publicado pela revista Harvard Business Review.  Leia alguns pontos sobre o impacto para o mercado de trabalho:

Como o envelhecimento global pode impactar o mercado de trabalho?

Muitas empresas ainda não pararam para pensar que o envelhecimento da população não se restringe apenas a sua cidade, estado ou país, mas sim no mundo todo. As pessoas trabalham muito mais hoje para garantir sua aposentadoria. O mercado ainda não enxerga a situação como preocupante, uma vez o mundo com mais idosos, ações, como: recrutamento de talentos, salários, benefícios e prestação de serviços vai mudar o mapa do mercado de trabalho.

É claro que não se pode generalizar. Existem empresas que valorizam a mão de obra mais experiente e entendem que essa mão de obra pode ser valiosa tanto para a elas que tem um trabalhador experiente quanto para o emocional desses colaboradores, pois, se sentem úteis e podem ocupar a mente e os mantém ativos.

A discriminação etária ainda é muito forte

Esse cenário ainda tem muito para mudar e muito a se discutir. A maioria das empresas enxerga os trabalhadores mais velhos como dispensáveis, o argumento mais usado é o surgimento de certas limitações que vem com a idade.  Por outro lado, se olharmos com mais carinho para esses trabalhadores que passaram mais tempo de suas vidas em empresas do que em casa com suas famílias, podemos enxergar pessoas engajadas e comprometidas que faltam bem menos ao serviço por banalidades.

O estudo de Laura Carstensen e colegas, do Centro de Longevidade de Stanford, mostra que os sexagenários de hoje, são, em geral sadios, experientes e tendem a se sentir muito mais satisfeitos em seus empregos que seus colegas mais jovens.

Converta a crise em oportunidade a favor da sua empresa

Para haver uma mudança na cultura de contratação e aceitação de trabalhadores com mais idade dentro das empresas, é preciso enfrentar o desafio de implantar essa política e, esse desafio começa de cima. Não é uma tarefa fácil, há muito que se discutir com CEOS, executivos e gestores de RH. Transformar a mentalidade de uma organização inteira leva tempo e, às vezes, será preciso tomar algumas decisões, como renunciar a uma empresa com 100% de trabalhadores jovens, para dar oportunidade para os mais experientes e maduros.

Podemos ver a longo prazo o crescimento de empresas que investem nessa mão de obra, não somente no âmbito empresarial, mas também o crescimento pessoal e satisfação profissional desses trabalhadores mais maduros, que além de contribuir com a empresa são capazes de transformar a vida e o ponto de vista das gerações mais jovens.

Mostrar comentários

No Responses Yet

Leave a Reply