Uma grande fatia do povo brasileiro não pensa em seguro de vida. Muitas pessoas sequer sabem o que é e como funciona. Claro, nem sempre queremos pensar neste assunto, mas é preciso, inclusive para deixar quem mais amamos amparados. Entenda a importância dua sua família em aderir ao seguro de vida.

O que é seguro de vida?

Apesar de não ser muito conhecido no Brasil quanto um plano de saúde ou seguro residencial, aos poucos o brasileiro começa a entender que se trata de um dos produtos securitários mais importantes do mercado.

Seguro de vida nada mais é que um contrato feito com uma seguradora para garantir a proteção financeira para seus familiares e/ou dependentes caso o provedor venha a falecer.

O seguro também é válido para beneficiar o próprio titular do plano em caso de invalidez permanente ou uma doença grave, por exemplo. O contrato desse modelo de seguro pode contemplar além da cobertura para o risco de morte (causa natural ou acidenta), as coberturas para invalidez e doenças graves.

Quanto custa um seguro de vida?

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, não é preciso ter uma renda muito alta para manter um seguro de vida. O valor vai oscilar entre as seguradoras e  depender também das coberturas contratadas, além de idade, sexo, condições de saúde e profissão do segurado.

Para que você possa ter uma ideia aproximada de investimento, se considerar um seguro de vida temporário com prazo de 20 anos e indenização de R$ 1 milhão aos beneficiários, em caso de morte por causas naturais ou acidentais, o custo será de aproximadamente R$ 300 por mê. Nada mal, não é mesmo? Afinal, o valor vai auxiliar sua família por um bom tempo no caso da sua ausência.

Benefícios do seguro de vida

O seguro de vida pode se transformar em um ótimo instrumento de planejamento sucessório. Por meio dele, é possível planejar a transmissão do dinheiro para os herdeiros, além de algumas coberturas que podem ser utilizadas ainda em vida pelo titular. Conheça os principais benefícios:

  • Protege sua família em caso de morte do titular;
  • Protege você em caso de invalidez ou doença grave;
  • Os seguros podem ser personalizados de acordo com a necessidade da sua família;
  • Com o seguro de vida, é possível adquirir coberturas adicionais, que podem ser usufruídas ainda em vida pelo titular;
  • Existem no mercado alguns modelos de seguros de vida resgatáveis, o que significa que o titular pode resgatar uma parte do capital segurado no momento que desejar, ainda em vida;
  • A indenização do seguro de vida não passa por inventário, gerando liquidez para a família. Também contam com a isenção do ITCMD (Imposto de Transmissão Causa Mortes e Doações);
  • Não há incidência de Imposto de Renda sobre a indenização do seguro de vida;
  • O titular pode escolher qualquer pessoa para beneficiar (o beneficiário não precisa ser herdeiro, nem tão pouco membro da família).

Como você pode ver, ter um seguro de vida é muito importante. A indicação é que se faça uma cotação em várias seguradoras e que seja um plano que atenda as suas necessidades e as de seus beneficiários.