2
8

Reserva de emergência: a importância de ter uma!

É muito comum as pessoas se perguntarem se é mesmo importante ter uma reserva de emergência, e simplesmente pensam em viver como se nada houvesse. A resposta para essa pergunta é sim, e você vai descobrir agora, o porquê!

O que é reserva de emergência?

Para que fique mais fácil de você entender, a reserva de emergência é parecida com a sua caixinha de primeiros socorros, necessária no momento de um imprevisto. Então, esse dinheiro que você deixa investido em baixo risco com liquidez diária, tem que ser fácil de resgatar quando precisar, não é para aquele carro que você sonha, nem para o Iphone de última geração. Esse dinheiro é utilizado quando ocorre uma mudança brusca em sua vida, como: uma doença, ou se manter até voltar para o mercado de trabalho.

Por onde começar a sua reserva de emergência?

Para estimar a sua reserva de emergência, será necessário levantar o seu custo de vida, e para isso é preciso fazer um orçamento dos seus custos, colocando na conta os fixos e variáveis. Após isso você multiplica seu custo de vida pelo um número que pode variar entre seis e doze meses. Ou seja, se o seu custo de vida mensal é de R$ 4 mil, sua reserva de emergência deve ser algo entre R$ 24 mil e R$ 48 mil.

O motivo deste multiplicador é que, para o caso de perda de emprego/receita, por exemplo, você consiga sobreviver com o mesmo padrão de vida até voltar ao mercado de trabalho ou seu negócio se estabilizar. Então, o numero de meses da reserva vai depender muito da probabilidade que você atribui para a perda de emprego ou de receita do seu negócio.

Agora que você já sabe como calcular o valor da sua reserva de emergência, chegou o momento de falarmos de planejamento financeiro. Planejar sua vida financeira, além de saudável, é importante para não ser pego de surpresa em alguma situação. Através do planejamento e do orçamento levantado, a visão das finanças fica mais clara, e você já pode começar a pensar em definir uma meta para guardar dinheiro todos os meses. É importante lembrar, que essa meta deve ser realista e tangível, de acordo com as contas que você fez.

Onde investir sua reserva de emergência!

As aplicações mais recomendadas são as que remuneram um % do CDI e tem liquidez diária. Aqui no Brasil, as mais indicadas são:
• Tesouro Direto (Selic);
• Fundos de investimento DI;
• CDB com liquidez diária.

Não se esqueça de considerar os custos antes de investir, e compare as opções disponíveis no mercado.

Viu como é importante investir em sua reserva de emergência? Quando você deixa para agir apenas diante de um problema, é muito provável que você recorra a empréstimos e dívidas de longo prazo.

Com o investimento em uma reserva de emergência, a solução é diferente e você pode resolver a situação de forma rápida de acordo com a sua situação. Depois de formar sua reserva, comece a investir para atingir seus objetivos.

Mostrar comentários

No Responses Yet

Leave a Reply