3
1

O que são seguros vitalícios resgatáveis

O seguro de pessoas e o seguro de vida são instrumentos importantes de planejamento financeiro e ferramentas fundamentais para quem tem dependentes e não gostaria de deixá-los desamparados em caso de alguma fatalidade ou acidente. Tais produtos têm conquistado cada vez mais os brasileiros, justamente por ser uma opção flexível e completa. Se você pensa no bem-estar e na tranquilidade das pessoas que ama, não pode deixar de adquirir um seguro de vida.

Entenda agora como o seguro que atrela proteção financeira com poupança para utilizar ainda em vida tem se tornado uma febre no Brasil. Confira!

O que é seguro de vida resgatável

Muitas pessoas querem aderir ao seguro de vida, mas acabam pensando na questão da perda dos valores pagos e do não recebimento deste dinheiro ainda em vida. Se você faz parte dessa fatia da população, os seguros vitalícios resgatáveis podem ser uma boa opção para você.

A principal característica do seguro resgatável é a possibilidade do resgate dos recursos aportados. Parte de toda a sua contribuição é destinada a uma reserva que, geralmente, pode ser resgatada parcialmente a partir do terceiro ano e totalmente no final do período de pagamento. A quantia que você vai poder resgatar ao longo do tempo vai variar de acordo com a seguradora e o produto contratado.

A sua reserva também será ajustada pelo IPCA mais 1% de juros, definido de acordo com as regras do produto contratado. A vigência da apólice é vitalícia, ou seja, é possível contribuir por apenas 10 anos para possuir uma apólice que é válida por toda a vida. As contribuições não sofrem ajustes pela mudança de idade do cliente, apenas pela inflação. O benefício contratado pelo cliente também é atualizado anualmente pela inflação.

Pontos Positivos do seguro de vida resgatável

  • Resgate parcial ou total: sem a necessidade de morte ou invalidez do titular;
  • Apólice vitalícia: contribuindo por dez anos, a apólice passa a ter validade para a vida toda;
  • Sem ajustes pela idade: os únicos ajustes sofridos são apenas anuais de acordo com a inflação;
  • Forma de pagamento personalizado: é o titular que escolhe a forma que vai fazer o pagamento, podendo ser mensal ou anual, débito em conta ou cartão de crédito;
  • É possível incluir coberturas adicionais: apesar de o seguro ter sua cobertura geralmente por morte natural e acidental, é viável adquirir coberturas adicionais, como, por exemplo: Invalidez, diagnóstico de doenças graves e diárias por internação hospitalar ou por incapacidade temporária;
  • Liquidez aos beneficiários: no Brasil, esse tipo de seguro não é considerado herança, por esse motivo, os beneficiários recebem o capital segurado sem passar por inventário e sem a incidência de Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação.
  • Sem incidência no Imposto de Renda: benefícios pagos a título de seguro de vida não sofrem incidência de imposto de renda;
  • O benefício contratado do seguro é atualizado anualmente pela inflação.

É importante salientar que cada seguradora tem suas especificações com relação às condições do seguro. Não se esqueça, todos os detalhes devem ser pontuados na hora de contratar o seguro. Ter um seguro de vida é muito importante para você e para sua família. Analise várias seguradoras e as vantagens que cada uma tem a te oferecer, e mantenha sua família protegida.

Mostrar comentários

No Responses Yet

Leave a Reply